Como montar uma loja de roupas

Montar uma loja de roupas é o sonho que muitas pessoas possuem em empreender e ter o seu próprio negócio, mas que demanda muito suor para ser efetivamente realizado.

Não é o suficiente encontrar um lugar para que a loja de roupas funcione ou ter peças muito bonitas: é necessário também cuidar da parte legal e fiscal, encontrar um fornecedor que também trabalhe com peças de qualidade, cuidar do marketing, garantir que a empresa tenha as suas contas organizadas e fluxo de caixa positivo, entre outros.

É por causa de todos esses desafios que muitas pessoas que sonham em abrir uma loja de roupa acabam deixando de lado e por fim, desistindo do empreendimento.

Porém, não é impossível se tornar um empresário da moda de sucesso do zero: é necessário sim ter um planejamento, resiliência e ter uma boa fonte de orientações.

Por isso, nesse artigo nós vamos discorrer sobre algumas etapas importantes a considerar quando se tem o desejo de abrir uma loja de roupas.

Como abrir uma loja de roupas

Planejamento inicial

Para a etapa de planejamento, nós separamos um artigo detalhado contando a nossa visão sobre a primeira etapa mais importante antes de abrir uma loja de roupas. Segue o link:

https://minhamarcaderoupas.com.br/8-passos-importantes-para-voce-planejar-a-construcao-da-sua-marca-de-roupas/

Abrir loja de roupa virtual ou física

Quando se fala em “loja”, hoje em dia, os clientes têm duas opções em mente: um lugar aonde eles vão para adquirir as roupas ou via internet, como e-commerce, que é uma plataforma de loja virtual onde eles podem ver detalhes das peças, comprar em qualquer lugar do Brasil e recebe-las em casa.

É por isso que quem decide empreender nesse ramo precisa pensar: a minha loja será um ponto físico local ou um e-commerce?

No primeiro caso, a burocracia e os gastos financeiros são maiores. Porém, para quem deseja ter uma empresa legalizada, abrir um e-commerce não dispensa de pagamento de imposto e de certas formalidades, como a abertura da empresa nos órgãos necessários.

É claro que, quando se trata de e-commerce, fica mais fácil alcançar uma quantidade bem maior de clientes, mas será necessário realizar investimentos em marketing e na construção da loja virtual.

Nós também já separamos um artigo detalhado sobre esse assunto, onde você encontrará mais detalhes para tomar essa decisão. Segue o link:

https://minhamarcaderoupas.com.br/abrir-loja-fisica-ou-loja-online-vantagens-e-desvantagens/

Pesquisa de fornecedores

Antes de sair abrindo a loja legalmente, é indicado fazer uma pesquisa de mercado a respeito de quais fábricas de roupas podem ser as fornecedoras das suas peças. Para tanto, é claro que se tem de saber qual o nicho do mercado da moda que você pretende trabalhar:

  • Plus size?
  • Feminina?
  • Infantil?
  • Masculina?
  • Roupa para pet?
  • Fantasias?

Depois que se decidiu, é a hora de pesquisar fornecedores. É indicado ir pessoalmente à fábrica de roupas, se possível, ou conversar previamente por algum canal de atendimento, explicando que se está em processo de abrir uma empresa, perguntando sobre o preço das peças, forma de pagamento, prazo de entrega, entre outros.

Geralmente, basta que o dono da loja de roupas compre quantas peças quer e do tipo que deseja e as coloque para ser revendidas em seu estabelecimento.

Os contratos de fornecimento tendem a ser registrados apenas quando a empresa já é maior.

  

 

Fazer o registro legal e abertura de CNPJ

Sabendo que tipo de roupa você pretende vender, se será uma loja física ou uma loja virtual e tendo um nome para essa loja, é o momento de procurar os órgãos especializados para fazer a formalização do seu negócio.

Quando se tem interesse apenas em formalizar um micro-negócio, a indicação é acessar AQUI para se transformar em Microempreendedor Individual ou MEI.

No entanto, quando a loja de roupas é de maior porte e não se enquadra no MEI, é importante procurar pela Junta Comercial do Estado.

Além disso, seja loja física ou estoque de loja virtual, será necessário tirar um alvará de funcionamento junto a prefeitura da sua cidade, bem com um alvará do Corpo de Bombeiros, por meio da corporação da sua cidade.

 

 

Criar um plano de Marketing

Hoje em dia a concorrência no mercado da moda está muito acirrada e se você acha que é só abrir uma loja que o cliente irá lhe procurar, mesmo que você tenha os melhores produtos nos melhores preços, eu sinto lhe informar, mas você está enganado(a).

É fundamental chamar a atenção e gerar desejo de compra para os consumidores das roupas e isso só acontece com um plano de Marketing. Este plano pode incluir as seguintes etapas:

  • Criação de site (caso seja loja virtual)
  • Presença em redes sociais
  • Patrocínio de publicação
  • Contato com influenciadores que tenham seguidores orgânicos
  • Consultoria de Marketing Digital e Tráfego Pago

Hoje em dia, mesmo as lojas físicas apostam muito mais no Marketing Digital do que na colocação de banners ou na publicidade em revistas e jornais, ou outdoors.

É claro que, quando se tem verba suficiente, é bom investir em vários canais que possam fazer com que a loja de roupas fique mais conhecida na sua região. Entretanto, se for preciso escolher um meio de publicidade, o Marketing Digital possui mais alcance e traz muito mais resultados escaláveis, com uma quantia mais baixa de investimento.

Providenciar conta bancária empresarial

Seja para uma empresa física ou para uma loja virtual, ter uma conta bancária jurídica exclusiva para as transações empresariais, é fundamental.

Infelizmente, muitas pessoas acabam usando a sua conta pessoal para os pagamentos e recebimentos da sua loja de roupas e isso traz muitos riscos fiscais, além de sempre haver a possibilidade de se confundir e se enganar com o fluxo de caixa da empresa.

Felizmente, a maioria dos bancos apresenta excelentes tipos de contas para pessoa jurídica, que possui taxas mais acessíveis e que podem até incluir assessoria especializada do banco.

Cabe salientar que, no momento, muitos consumidores têm escolhido realizar pagamento das suas compras via PIX e que conseguir oferecer essa facilidade a eles, faz com que as vendas de roupas sejam muito maiores.

É lógico que, além do PIX, os clientes seguem preferindo o pagamento em cartão de crédito e, quando a loja o aceita, acaba sendo um estímulo para que as suas compras sejam mais caras.

Espero que tenham gostado dessas dicas rápidas para você que pretende abrir uma loja de roupas, seja num espaço físico ou via loja virtual.

Até mais!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Rafael Melo

Rafael Melo

Meu nome é Rafael e possuo uma marca de roupas com produção própria e canal de vendas online (e-commerce). Esse blog foi criado com o intuito de ajudar aos usuários que desejam criar a sua primeira marca de roupas.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

Minha Marca de Roupas
Logo
Comparar itens
  • Total (0)
Comparar
0